Peço-te


Colha-me,
Como quem colhe a fruta no pé.
Morda-me,
E em sua boca, satisfeita estremeço.
Explora-me,
Como desbravador de meus fetiches.
Toca-me,
Com as mãos que me cobrem de desejo.
Deflora-me,
Como nunca antes.
Faça-me,
Sua amante, mulher.

Laurice Mariano

2 comentários:

putas resolutas disse...

conheces o site escritoras suicidas? a nina rizzi, a roberta silva e eu estamos lá - e publicamos o livro "dedo de moça" - essa pimenta no início do teu blog me deu a ideia de te contar.
líria porto

laurice RM disse...

Ainda não conhecia, mas quando li seu comentário entrei no site e depois li algumas coisas sobre o livro. Muito interessante.